NOTÍCIAS

 

Cerca de 280 servidores da AL possuem mais de um cargo público

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte está realizando desde segunda-feira (15) o Censo Cadastral Previdenciário. O objetivo é atualizar as informações dos servidores ativos e aposentados. Além de analisar a situação de funcionários que possuam mais de um vínculo público.

De acordo com o Secretário Geral da Assembleia Legislativa, Augusto Carlos Viveiros, do universo de aproximadamente 480 servidores ativos e inativos da Casa, cerca de 280 têm acúmulo de cargos. “Foram 280 acúmulos de função de servidores. A Assembleia criou uma comissão de acumulação de cargos de cinco funcionários. Esses processos foram endereçados a essa comissão. Todos os casos já foram depurados e agora está chegando aos servidores. Eles vão dizer: ou fico aqui ou fico no outro emprego”, disse.

Segundo Viveiros, o número foi obtido após o cruzamento de informações da AL entre o Tribunal de Contas do Estado (TCE), Governo do Estado e as prefeituras do Rio Grande do Norte. “Nesse cruzamento surgiu um número alto de funcionários que tinham dois ou três vínculos”, confirmou.

O secretário disse que outra medida para otimizar o controle na gestão de pessoal da AL é atuação conjunta com o Ministério da Previdência e o Instituto de Previdência Estadual (IPE), que por meio do Sistema Brasileiro de Óbitos (Sisob) realiza a atualização do cadastro dos servidores. Viveiros informou que somente em um caso foi possível recuperar R$ 220 mil reais pagos indevidamente.

“Nós descobrimos que um funcionário nosso morreu há quatro anos e que nós continuávamos pagando. A viúva honesta não usou o dinheiro e devolveu aos cofres públicos R$ 220 mil reais”, detalhou o secretário.

 

Fonte:

Postada em: 17/02/2016

 

 

 

PEDIDOS

NOME

CIDADE / ESTADO

PEDIDO

TOP 10

 

 

PARCEIROS

Litoral fm 87 - Todos os direitos reservados ao sistema digital de rádios.

Desenvolvido por: Digi Contro Brasil LTDA