MATÉRIAS

 

FPM tem queda de 20% no segundo repasse de janeiro

A crise econômica dos municípios se agrava. A segunda parcela do Fundo de Participação dos Município referente ao mês de janeiro foi creditada ontem, com uma queda de 20,29%, no comparativo com o mesmo período do ano passado, já contabilizado a inflação do período.

O percentual só acentua a tendência de queda do FPM registrada na primeira parcela de janeiro, quando foi de 13,8%. Se somados os valores do 1º e 2º decêndios e do repasse extra do mês, nominalmente, o fundo atingiu o montante de R$ 4 bilhões frente aos R$ 5,216 bilhões mesmo período de 2015.

Isso representa uma queda nominal de 23,33% e uma queda “real”, considerando a correção da inflação, ainda mais expressiva: 29,86%. A projeção da Secretaria do Tesouro Nacional é que janeiro seja encerrado com uma redução de  15,7% no repasse.

No caso do Rio Grande do Norte, a queda na segunda parcela do FPM de janeiro mostrou uma redução de R$ 7,4 milhões, somadas as duas parcelas de janeiro referentes a 2016 e subtraídas do mesmo período de 2015. 

No Estado potiguar 98 municípios recebem o coeficiente 0,6, ou seja, são cidades que tem até 10.188 habitantes. Esses municípios receberam, nas duas parcelas de janeiro, R$ 101.858,39 e contabiliza uma perda de R$ 26.451,37 no comparativo com o creditado ano passado na mesma fase.

Nessa segunda parcela de janeiro, 24 municípios zeraram a parcela. Ou seja, caso de prefeituras que tem débitos previdenciários e, portanto, os descontos já foram feitos direto na conta, antes de qualquer saque.

 

Autor:

Postada em: 21/01/2016

 

 

 

PEDIDOS

NOME

CIDADE / ESTADO

PEDIDO

TOP 10

 

 

PARCEIROS

Litoral fm 87 - Todos os direitos reservados ao sistema digital de rádios.

Desenvolvido por: Digi Contro Brasil LTDA